Escritor Ronaldo Santana conta quais são as suas 10 Curiosidades Literárias

8 de dezembro de 2017 às 14:01 | Por

Designer Gráfico por formação, Ronaldo Santana é o ilustrador das séries Sara e sua Turma, e Amazon – Guerreiros da Amazônia (RJR).

 

 

Também animador 2D, trabalhou em produções cinematográficas como Turma da Mônica em: Uma aventura no tempo, e Xuxinha e Guto contra os monstros do espaço. Desenvolveu personagens e animou na série de TV Meu Amigãozão. E finalmente estreou na literatura como escritor com Luana – A Filha da Lua.

 

E, se baseando em sua estreia como escritor Ronaldo Santana contou ao Mais QI Nerds, quais são as suas 10 curiosidades literárias.

 

 

1 – Tudo nesse meu primeiro livro teria sido mais fácil se o protagonista fosse um homem. Eu recorreria às minhas lembranças e a história com certeza ganharia uma pegada mais aventureira, mas eu fui fiel a ideia original, o que dificultou formidavelmente a minha vida. E foi assim que surgiu o convite a Flaviana para escrever comigo.

 

2 – Me cerquei de mulheres para dar o tom certo a essa obra. Elas estão fazendo a arte da capa, o projeto gráfico, até a revisão. Não atoa minha primeira leitora de peso foi a escritora Renata Ventura. Que delícia acompanhar a Renata devorando meu livro em um dia e me passando suas impressões por WhatsApp a todo instante!

 

3 – Costumo ler no ônibus, por isso leio de forma muito fragmentada, mas não gosto de interromper a leitura em qualquer ponto. Prefiro fechar nos capítulos, por isso gosto de capítulos curtos.

 

4 – Gosto de provocar os personagens e assim vou ganhando intimidade com eles, então é normal em meus textos construir ideias inteiras baseadas em diálogos.

 

5 – Normalmente escrevo em primeira pessoa, mas em Luana isso não seria possível, já que tanto Irina quanto o próprio leitor sabem mais da trama que a protagonista. Mais uma vez esse livro me tirando da zona de conforto.

 

6 – Quando comecei a escrever Luana eu busquei uma modelo fotográfico para a capa dos livros, mas demorei tanto pra concluir o texto que a modelo cresceu, então tive de apelar para Ilustração, no fim acho que foi até melhor.

 

7 – Luana não é a garota nova da escola que senta no fundo da classe esperando ser notada. Eu quis fugir desse tipo de clichê logo de cara. Ela não vive a síndrome de patinho feio, ela é um cisne desde que nasceu.

 

8 – Existem três temas que me fascinam desde a adolescência: vampiros, súcubos e bruxas.

 

9 – Estou frequentando um coven como laboratório para escrever os livros.

 

10 – Tem escritores que definem o fim da história logo no começo do processo de escrita, eu também fiz isso, mas já mudei o final de tal maneira que nem lembro mais da primeira versão.

 

Jannayna Pereira

Jornalista, mãe de 6 peludos e de uma cascuda chamada Donatela. Sou uma mistura de Penélope Charmosa e Wandinha Addams, a típica fofa das trevas que adora o universo Disney. Choro toda vez que assisto a morte de Mufasa, amo Cavalo de Fogo e necessito de TWD. K-pop é como uma religião e minha deusa é a Hyuna. Ainda não sei se vivo no País das Maravilhas ou no Fantástico Mundo de Bob, porém, desde que os doramas e o tal de Lee Min Ho começaram a fazer parte da minha vida, a Coreia não me parece uma má ideia.