“Alys – Elemento Alpha”: Priscila Gonçalves fala sobre sua estreia literária

2 de junho de 2017 às 18:11 | Por

Lançamento da Editora PenDragom, “Alys – Elemento Alpha”, da escritora Priscila Gonçalves, conta a história de uma menina que após um simples incursão, vê sua vida mudar. O conhecimento sobre a verdadeira natureza dos metais Nifrity e as responsabilidades de ser a única pessoa capaz de mantê-los em segurança, recai sobre Alys.  Agora ela  terá de aprender a dominar seus poderes, encontrar seu guardião antes que a escuridão chegue e mais que isso, lidar com todos os segredos que sua vida foi mantida até então. A jornada levará a garota a se transformar em uma guerreira e encontrar o seu lugar no mundo.

 

Esta é a estreia literária de Priscila, que se diz ” bastante animada com o resultado final”. A história teve inicio na plataforma Wattpad e a autora contou ao Mais QI Nerds se houve mudanças na edição impressa e ainda sobre o futuro da trilogia. Confira:
“Alys” foi primeiramente publicada pela plataforma Wattpad contando com mais de 17mil leituras. Quais as mudanças desta edição para a publicação impressa?
Tem muitas mudanças. Começando, lógico, pelo trabalho de revisão da editora. Trabalhamos muito, foram 3 revisões distintas para que ficasse como desejávamos. Além disso, tem um Epílogo que os leitores do Wattpad não tiveram acesso. Um presente para quem comprar o exemplar publicado rs.
 
O livro entrou em pré-venda sem a divulgação da capa, fazendo assim uma espécie de marketing às escuras. Como surgiu essa ideia?
O meu editor é um cara fora de série. Como nós tínhamos uma galera que tinha lido no Wattpad, ele quis fazer uma promoção especial que levasse novos leitores à lerem a degustação que deixei na plataforma. De onde ele tirou essa ideia, sinceramente, não sei. Mas te digo uma coisa, ele sabe o que faz!
Como surgiu a ideia de Alys e como foi o processo de escrita?
Olha, a ideia de Alys surgiu quando eu vi algumas imagens do maior museu submerso do mundo, que fica no México, e dali comecei a criar um acontecimento naquele local. O engraçado é que esse lugar se tornou algo ínfimo em relação a história, que acabou tomando outro rumo.
O processo de escrita do livro foi uma descoberta para mim. Primeiro porque me encontrei como uma pessoa apaixonada em escrever e contar histórias. Segundo, porque encontrei apoio em amigos e autores que acreditaram no projeto. Foi muito divertido, mesmo que estressante as vezes. Não acho que eu possa mais parar de escrever.
 
 
“Alys- Elemento alfa”será faz parte de uma trilogia. Os próximos livros já estão finalizados? 
A história quase, a escrita não rs. Quando comecei a criar Alys, eu procurei ser muito realista sobre o que ela precisava. Então criei roteiros para as minhas ideias para decidir se elas cabiam em um livro. Não coube, mas costumo dizer que em cada um dos livros você encontrará um começo, meio e fim. Cada volume gira em torno de um acontecimento específico. Mesmo que te deixe curioso para o próximo, as explicações serão dadas.

Jornalista. Sonho em me tornar uma mistura de Lizzie Bennet e Tracy Whitney, tirando a parte fora da lei. Ler e escrever são o que mais gosto de fazer. Fico nervosa sem um livro na bolsa ou quando não acho caneta e papel quando a inspiração vem. Tenho sonhos a lá filme de Spielberg, ilusões amorosas por Mr. Darcy e obsessão por Harry Potter.