Resenha: “Dez Momentos”, de Ana Sparz

15 de junho de 2016 às 18:59 | Por

Após dez anos morando nos Estados Unidos, Raquel retorna ao Brasil disposta a reinventar sua trajetória, mas seus planos podem não ser bem acolhidos por sua família tradicional. Com tantos projetos em mente, ela não pensava em encontrar um novo amor tão cedo, mas a vida prega peças.

 

 

“Dez Momentos – Outros Caminhos, Novos Destinos”, estreia literária de Ana Sparz é um livro que deve ser apreciado em detalhes. Todo a narrativa apresenta símbolos e significados, que tornam o livro completo e inspirador. A frase “da vida podemos tirar ensinamentos” se encaixa perfeitamente no tema, que não se fixa apenas numa história de amor, mas numa história de vida, cheia de reviravoltas e recomeços.

 

O livro apresenta diversas referências históricas, que ao mesmo tempo que ajudam na ambientação da narrativa, servem de contextualização e justificativa para o modo de vidas dos personagens e comportamentos apresentados. Ao mesmo tempo que podemos observar mudanças referentes a esse tema, comparando o Brasil de um passado recente para agora, a narrativa inicia em 1995 e termina no começo dos anos 2000, conseguimos acompanhar o amadurecimento dos personagens e compreender a ideia de que na vida é tudo mutável, o que a autora consegue transmitir com primor.

 

“QUANDO HÁ MUITAS FERIDAS AINDA NÃO CICATRIZADAS É DIFICIL O PENSAMENTO NÃO RETORNAR À CASA HABITUAL: AS VELHAS MÁGOAS”

 

Seja por escolhas ou destino, os personagens têm de lidar com algo muito complexo: a vida. Tudo que ela transmite e impõe em nossos caminhos enquanto estamos em busca de objetivos, e ainda a forma que a encaramos é esmiuçado na obra, trazendo ao leitor momentos de reflexão e sabedoria.

 

Das dificuldades de um romance complicado, porém muito crível, à relacionamentos familiares conflituosos e dissabores, a história de Raquel parece ser contada por alguém da nossa família, sobre alguém que conhecemos de vista e cuja vida serve de exemplo de uma forma ou de outra, de tão próxima com a realidade. Medos, superação, altruísmo, a busca pela felicidade, são alguns dos pontos abordados em toda a narrativa.

 

Outro ponto interessante da obra é a música, sempre presente na vida das protagonistas, que acompanha a história auxiliando ao leitor atingir o tom exato da passagem. Ao final do livro somos contemplados com uma formidável surpresa, mas falar sobre isso já seria revelar demais.

 

Confira o Mais Sobre o Livro com Ana Sparz

Jornalista. Sonho em me tornar uma mistura de Lizzie Bennet e Tracy Whitney, tirando a parte fora da lei. Ler e escrever são o que mais gosto de fazer. Fico nervosa sem um livro na bolsa ou quando não acho caneta e papel quando a inspiração vem. Tenho sonhos a lá filme de Spielberg, ilusões amorosas por Mr. Darcy e obsessão por Harry Potter.